terça-feira, 26 de janeiro de 2010

SEXTA FEIRA 13 - PARTE 6: JASON VIVE (1986)










































Abandonando toda e qualquer referência ao final-surpresa da Parte 5, esta Parte 6 começa com Tommy (isso mesmo, o malucão das Partes 4 e 5, o que não deixa de ser mais uma surpresa da série, já que é uma continuação que realmente continua a história) e um amigo dentro de uma caminhonete, dirigindo por uma estrada deserta e escura. Tommy é interpretado por Thom Mathews, que identifiquei de cara como um dos atores do clássico trash "A Volta dos Mortos-Vivos", o divertidíssimo horror-comédia de Dan O`Bannon.

Em todo caso, a idéia de Tommy é no mínimo questionável: ele quer desenterrar Jason e queimar o que restou do seu corpo. Não tinha por que fazer isso, já que o assassino parecia realmente morto - ele não voltou na Parte 5, por exemplo, quando era um outro assassino que fazia suas vítimas, e a última vez que deu as caras Tommy ainda era um menino, interpretado por Corey Feldman, no final da Parte 4.A dupla desenterra Jason, mas logo Tommy tem um ataque de ansiedade e crava uma lança em seu peito. Uma tempestade providencial colabora com um relâmpago, que atinge a lança e ressuscita o assassino psicopata. Tommy foge depois que seu amigo é morto, atravessado com um soco pelo vilão... É, Jason vive, como atesta o subtítulo. E em grande forma.

O assustado Tommy consegue chegar à delegacia, mas os policiais não acreditam em sua história. Pior, vai direto para o xadrez. Acontece que a comunidade local quer esquecer do reinado de terror perpretado por Jason. Até o nome do local foi mudado de Crystal Lake para Forrest Green. Não que vá fazer muita diferença para o alucinado psicopata, que segue para a colônia de férias matando tudo que se move pelo caminho.

Há uma cena engraçada onde um casal está perdido em uma estrada no meio da floresta. É noite. Jason está parado bem no meio da via, com a lança nas mãos. A mulher diz para o rapaz (interpretado por Tony Goldwin, o vilão de "Ghost"): "Nos filmes de terror sempre é um mau sinal encontrar alguém com máscara no meio de lugar nenhum".

Jason aparece ao vivo e a cores, sem aquela intenção ridícula de escondê-lo até o último minuto do filme, como acontecia nos outros filmes. Assim, tornou-se pela primeira vez o verdadeiro personagem central da história. Ele vai aniquilando personagens patéticos - como um grupo de executivos burros que está jogando paintball bem no meio da floresta - até chegar à colônia de férias. Ao contrário do que acontecia nos filmes da série até então, o local está cheio de crianças. Mas Jason prefere matar todos os monitores a tocar em um fio de cabelo dos pequeninos.Logo Tommy fugirá da cadeia com a ajuda da filha do xerife, que se apaixona por ele, e a dupla sai atrás de Jason. A polícia também é acionada, pela primeira vez em toda a série - normalmente eles só chegavam no final, para recolher os corpos. Não que isso vá fazer muita diferença: eles são exterminados por Jason depois de descarregar nele, inutilmente, as suas armas.

Com um bom ritmo e até algum suspense, coisa que praticamente não existia nas seqüências a partir da terceira parte, esta Parte 6 termina satisfatoriamente com uma bela morte de Jason, que volta para as profundezas do lago de "Forrest Green" - e é ironicamente recepcionado com uma placa no fundo do lago, que diz "Bem-vindo a Camp Crystal Lake". O roteiro não tem novidades, mas foi realmente muito bem escrito: os personagens fogem do lugar-comum da série.

CONTAGEM DE CORPOS:

Hawes (Ron Palillo): coração arrancado pelas mãos de Jason.
Darren (Tony Goldwyn): empalado por uma lança.
Lizabeth (Nancy McLoughlin): empalada por um cabo de ferro.
Burt (Wallace Merk): tem seu braço arrancado e é arremessado em uma árvore.
Stan (Mathew Faison): decapitado.
Katie (Amn Ryerson): decapitada.
Larry (Allan Blumenfeld): decapitado.
Martin (Bob Larkin): garrafa quebrada no seu pescoço.
Steven (Roger Rose) e Amete (Cynthia Kania): dupla empalada por um facão.
Nikki (Darcy Demoss): face prensada na parede.
Cort (Tom Fridley): faca de caça na cabeça.
Roy (Whitney Rudbeck): pedaços de seu corpo foram achados na floresta.
Sissy (Renne Jones): cabeça arrancada.
Paula (Kerry Nonnan): cortada com um façao.
Oficial Thornton (Michael Nomad): dardo na cara.
Oficial Pappas (Michael Swan): cabeça esmagada pelas mãos de Jason.
Xerife Garris (David Kagan): quebrado ao meio.

SEXTA-FEIRA 13 - PARTE 6 (Jason Lives: Friday the 13th Part VI, EUA, 1986). Duração: 87 minutos Direção: Tom McLoughlin Roteiro: Tom McLoughlin; Victor Miller (personagens); Produção: Don Behrns Fotografia: Jon Kranhouse Música: Harry Manfredini Edição: Bruce Green Desenho de Produção: Joseph T. Garrity Direção de Arte: Pat Tagliaferro Figurino: Maria Mancuso Maquiagem: Phyllis Temple; Denise Van Arsdale-West Elenco: Thom Mathews (Tommy Jarvis); Jennifer Cooke (Megan Garris); David Kagen (Xerife Michael Garris); Kerry Noonan (Paula); Renée Jones (Sissy Baker); Tom Fridley (Cort); C.J. Graham (Jason Voorhees); Darcy DeMoss (Nikki); Vincent Guastaferro (Rick Cologne); Tony Goldwyn (Darren); Nancy McLoughlin (Lizabeth); Ron Palillo (Allen Hawes); Alan Blumenfeld (Larry); Matthew Faison (Stan); Ann Ryerson (Katie); Whitney Rydbeck (Roy); Courtney Vickery (Nancy); Bob Larkin (Martin); Michael Swan (oficial Pappes); Mike Nomad (Thornton); Wallace Merck (Burt); Roger Rose (Steven); Cynthia Kania (Annette); Thomas Nowell (Tyen); Justin Nowell (Billy); Sheri Levinsky; Temi Epstein; Taras O'Har

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário